Episódio 72: Eduardo Matos - PouchDB e Quadrinhos


Eduardo Matos - PouchDB e Quadrinhos

Olá pessoal e sejam bem-vindos à mais um episódio do Castálio Podcast!

Como sempre agradecemos a todos que passaram para nos deixar um recado e reforcamos o convite para que você deixe um comentário falando sobre o que está achando dos episódios e caso tenha alguma indicação para um episódio futuro estamos a todo ouvidos.

Sem mais delongas, hoje conversamos com o Eduardo Matos e agradecemos o Fábio Souza pela indicação. O Eduardo trabalha na BankFacil e nos conta um pouco como funciona o processo de code review e também comenta sobre o benefício de se ter um template para os Pull Requests. Durante a conversa sobre o template de Pull Request é comentado sobre o mention-bot, um bot que menciona nos Pull Requests uma pessoa que é um potencial reviewer.

more ...

Episódio 71: Bruno Rocha - Quokka CMS


Bruno Rocha - Quokka CMS

Olá pessoal e sejam bem-vindos à mais um episódio do Castálio Podcast!

Hoje voltamos novamente com o Bruno Rocha para continuarmos nosso bate papo, que como já esperávamos, foi muito bacana. Antes gostaríamos de agradecer a todos os comentários sobre o episódio anterior, muito obrigado a todos que dedicaram um tempinho para deixar uma mensagem.

more ...

Episódio 70: Bruno Rocha - Flask e Veganismo


Bruno Rocha - Flask e Veganismo

Olá pessoal e sejam bem-vindos à mais um episódio do Castálio Podcast!

Ficamos um bom tempo sem novos episódios, mas finalmente estamos de volta e esperamos que consigamos conciliar nossa agenda com mais frequência e agente consiga trazer episódios com a frequência de sempre.

Sem mais delongas, no episódio de hoje trazemos nossa entrevista com o Bruno Rocha. Durante nosso bate-papo, ele nos conta o que é o Flask, um micro-framework em Python, e algumas das características que faz com ele curta bastante o framework. Ele também comenta sobre como o Flask se posiciona em relação a outros frameworks para web em Python, como o Django por exemplo.

more ...

Episódio 69: Renzo Nucciteli - Python Brasil


Renzo Nucciteli - Python Brasil

Olá pessoal e sejam bem-vindos à mais um episódio do Castálio Podcast!

No episódio de hoje trazemos nossa entrevista com o Renzo Nucciteli, um dos organizadores responsáveis pelo evento Python Brasil este ano. Durante nosso bate-papo ele nos conta como que tudo começou e sobre as dificuldades e desafios que existem em planejar um evento de tecnologia deste porte no Brasil. Baseado na grade de palestras e os nomes dos palestrantes agendados a comparecer, eu recomendo fortemente que você prestigie a Python Brasil! Tenho certeza que será um marco na sua carreira profissional!!!

Também falamos sobre o projeto Python Birds, um curso de Python que promete te ensinar como programar de forma eficiente e com técnicas que não se aprende em qualquer escola! É claro que também não podíamos ficar sem falar sobre o Top 5 do Renzo, que tem um pouco de tudo!

more ...

Episódio 68: Aurelio Jargas - Projetos


Aurelio Jargas - Conectiva e Livros

Olá pessoal e sejam bem-vindos à mais um episódio do Castálio Podcast!

Voltamos com a continuação da nossa conversa com o Aurelio Jargas. Mas antes gostariamos de agradecer aos comentários e tweets sobre episódio anterior, eles nos motivam a continuar e sempre trazer ainda mais entrevistas e episódios interessantes.

more ...

Episódio 67: Aurelio Jargas - Conectiva e Livros


Aurelio Jargas - Conectiva e Livros

Olá pessoal e sejam bem-vindos à mais um episódio do Castálio Podcast!

Após um bom tempo sem episódio, hoje estamos de volta com uma ótima surpresa. Conseguimos entrevistar o Aurelio Jargas e nossa conversa foi muito interessante. Ele nos contou algumas fases interessantes que passou durante a sua carreira profissional.

more ...

Livros - Julho 2015


Livros - Julho 2015

Este mês de julho eu viajei para o escritório da Red Hat em Brno, na República Tcheca para passar algum tempo com os meus companheiros de equipe por lá, e eu consegui encontrar bastante tempo para ler entre longas viagens de avião e um jet lag horrível por muitas noites :) Então, eu finalmente consegui terminar alguns dos livros que tinham acumulado na minha lista de leitura e até mesmo consegui, enfim, ler alguns dos livros que, juntos, compõem as Crônicas de Nárnia, já que eu nunca tinha os lido quando criança.

Lido

Dentre todos os livros que li este mês, eu sinto que All Quiet on the Western Front e The October Country foram os que eu mais gostei de ler, seguidos de perto por Cryptonomicon, que me levou um bom tempo para terminar. Os outros livros, com exceção de The Memoirs of Sherlock Holmes, me ajudaram a passar o tempo quando o que eu mais queria era relaxar.

All Quiet on the Western Front leva o prêmio por ser um dos melhores livros que eu já li! Eu sinto que a forma como a Primeira Guerra Mundial foi apresentada através dos olhos do personagem principal foi uma ótima maneira de representar toda a dor, angústia e sofrimento pelo qual todos os lados do conflito passaram, sem ênfase para nenhum lado em particular e sem ter uma agenda. O estilo de Erich Maria Remarque tinha me algumas vezes sem fôlego, algumas vezes com um nó na boca do estômago enquanto eu suportava os muitos eventos de mudança de vida que aconteceram no livro. É este um livro repleto de ação sobre a Primeira Guerra Mundial? Será o mesmo lido como um thriller? Na minha opinião, embora há muitos capítulos com detalhes sórdidos sobre assassinatos e batalhas, a resposta é um brando 'talvez'. Eu acho que a verdadeira "estrela" deste livro é a sua visão filosófica da guerra e como os personagens principais, todos em torno de 19-20 anos de idade, aprendem a lidar com seus efeitos de vida duradoura.

Agora, eu tenho sido um grande fã de Ray Bradbury por um bom tempo, e quando ganhei o The October Country de presente de aniversário no mês passado, eu sabia que o tempo que eu ia passar lendo-o seria tempo bem investido da minha parte. Para aqueles de vocês que estão mais familiarizados com suas obras de ficção científica, este livro irá surpreendê-lo, uma vez que mostra um pouco de seu lado "dark". Todas as curta histórias incluídas nesta coleção lidam com mortes, aparições misteriosas, finais inexplicáveis ​​e, creio, com certeza irão te assustar um pouco.

Cryptonomicon foi por vezes lento, com alguns momentos engraçados e, especialmente perto do fim, um livro muito divertido. "Pesando" umas 1.000 páginas (dependendo da edição que você tem, mais/menos 50 páginas de diferênça), este livro abrange dois períodos distintos na vida de uma série de personagens diferentes: o passado (em torno da Segunda Guerra Mundial) e o presente atual, onde todos os segmentos diferentes acabam levando a história ao seu grande final. Alternando entre o passado e o presente, o livro nos leva para os primeiros dias de como a criptologia foi "oficialmente inventada" e utilizada durante a guerra, e como muitos dos eventos que aconteceram naquela época acabam afetando as vidas de alguns dos descendentes diretos dos personagens principais em nossos dias atuais. Enquanto você fica neste vai e vem entre os diferentes períodos, você começa a juntar pedaços de informações que, eventualmente, conectam todos os pontos de um quebra-cabeça interessante. O livro definitivamente requer um compromisso de longo prazo para completar a obra, mas no final vale a pena e, como eu mencionei antes, ele me fez rir em muitas partes.

more ...

Livros - Junho de 2015


Livros - Junho de 2015

Como eu tinha mencionado no artigo do mês passado, no mês de junho o número de livros comprados e que ganhei devido ao meu aniversário foi bem alto! Infelizmente nem todos vieram do meu Wish List no Amazon, mas quem ainda me quizer fazer feliz, fica a dica bem descarada aqui :)

Lidos

Parece que eu li bem pouco, comparado com os outros meses, mas não foi bem assim não. Mais para frente você vai ver que eu estou lendo um livro com mais de 900 páginas, e como eu para variar leio vários livros ao mesmo tempo, eu não consegui terminar ele todo este mês... mas estou quase lá :)

more ...

Livros - Maio de 2015


Livros - Maio de 2015

O mês de maio foi com certeza um doa meses mais 'curtos' deste ano para mim... Talvez foi a minha viagem a Israel a` trabalho, o que me deixou bem desnorteado devido ao fuso horário e o tempo que passei entre vôos e aeroportos. De qualquer modo, continuei com a minha rotina de dedicar pelo menos 1 hora à leitura. Desta vez minha lista de livros lidos inclui o que pode ser considerado um livro técnico (Apprenticeship Patterns: Guidance for the Aspiring Software Craftsman), o que não deixa de ser um pouco atípico comparado com os meses anteriores. Eu também me controlei mais e comprei somente 3 livros usados. Mas no mês de junho vou aproveitar que vai ser meu aniversário (dia 8 de junho) e pedir livros do meu Wish List no Amazon :)

Lidos

O livro I'm a Lebowski, You're a Lebowski: Life, The Big Lebowski, and What Have You eu decidi ler no meu vôo para Israel (foram mais de 17 horas no total) e foi escolhido porque o filme, The Big Lebowski é um dos meus filmes favoritos e eu precisava de algo engraçado para me destrair. Confesso que eu esperava que o livro ia ser mais engraçado, mas acabou sendo mais um livro de 'trivia' sobre o filme, os diretores, os atores e como que certas cenas foram filmadas. Sim, tiveram algumas partes engraçadas, e no final do livro (terminei antes do avião aterrizar em Tel Aviv) fiquei com uma puta vontade de assistir o filme novamente. Quando eu voltei de viagem, não deu outra: assisti mais uma vez o filme, junto com a esposa, e fui fazendo os comentários sobre as coisas que aprendi com o livro. :) Assistir o The Big Lebowski é comparável ao que os conhecedores de vinho dizem: fica melhor com o passar do tempo.

O The Brief Wondrous Life of Oscar Wao foi indicação da minha esposa de muito tempo, e que eu nunca colocava como prioridade (a fila dos livros que quero ler está ficando difícil de gerenciar). Acho que um dos maiores motivos porque eu ainda não tinha dado uma chance para este livro (e olha que ele até ganhou o Pulitzer de ficção em 2008) é devido ao fato dele misturar o inglês e espanhol pelo livro todo, muitas vezes sem ter, na minha opinião, nenhum sentido ou motivo a não ser mostrar que o narrador e os personagens são dominicanos. Mesmo com esta dificuldade inicial, acabei lendo (e gostando) do livro devido a forma como que o autor apresentou os personagens, suas peculiaridades e formas de agir/pensar, e as descrições de alguns lugares em New Jersey, local onde eu vivi por muitos anos e onde grande maioria dos eventos do livro acontecem. Se o Junot Díaz tivesse escrito somente este livro usando esta mistura de idiomas (o que aqui chamamos de Spanglish) eu até que consigo entender porque ele ganhou o Pulitzer... mas segundo a minha esposa, outros livros dele também usam do mesmo 'estilo'. O livro é bom, mas suficiente para um Pulitzer? Eu não sei.

more ...

Episódio 66: Thiago Perrotta - Leitura e Tecnologia


Thiago Perrotta - Leitura e Tecnologia

Olá pessoal e sejam bem-vindos à mais um episódio do Castálio Podcast!

Nós sabemos que ficamos um tempo sem publicar um episódio, mas como você já deve saber, não conseguimos devido ao trabalho e, também, por alguns desencontros de agenda com as pessoas que gostaríamos de conversar. Felizmente hoje vamos quebrar este gelo!

Mas antes, durante este período, foi publicado dois artigos com sugestões e comentários sobre livros. Se você perdeu, dá uma olhada nos artigos Livros - Março de 2015 e Livros - Abril de 2015 e anota os livros que deseja ler.

Não deixe a sua lista de livros para ler de lado, pois, no episódio de hoje, conversamos com o Thiago Perrotta. Ele e o Og nos contam como iniciaram e se apaixonaram pela leitura. O bate-papo foi bastante interessante e, com várias dicas de como adquirir o hábito de leitura e ler muitos livros. Se você é como o Elyézer, que está buscando novamente ler todos os dias, você irá curtir a conversa e as dicas.

Além das dicas, falamos sobre o GoodReads que ajuda a guardar os livros que você já leu e pretende ler. Você também pode atualizar o seu progresso a medida que está lendo um ou mais livros. Todos nós temos um perfil, e a vantagem é que assim podemos ver o que os outros estão lendo e encontrar livros interessantes.

more ...