Livros - Julho 2015

Livros - Julho 2015

Este mês de julho eu viajei para o escritório da Red Hat em Brno, na República Tcheca para passar algum tempo com os meus companheiros de equipe por lá, e eu consegui encontrar bastante tempo para ler entre longas viagens de avião e um jet lag horrível por muitas noites :) Então, eu finalmente consegui terminar alguns dos livros que tinham acumulado na minha lista de leitura e até mesmo consegui, enfim, ler alguns dos livros que, juntos, compõem as Crônicas de Nárnia, já que eu nunca tinha os lido quando criança.

Lido

Dentre todos os livros que li este mês, eu sinto que All Quiet on the Western Front e The October Country foram os que eu mais gostei de ler, seguidos de perto por Cryptonomicon, que me levou um bom tempo para terminar. Os outros livros, com exceção de The Memoirs of Sherlock Holmes, me ajudaram a passar o tempo quando o que eu mais queria era relaxar.

All Quiet on the Western Front leva o prêmio por ser um dos melhores livros que eu já li! Eu sinto que a forma como a Primeira Guerra Mundial foi apresentada através dos olhos do personagem principal foi uma ótima maneira de representar toda a dor, angústia e sofrimento pelo qual todos os lados do conflito passaram, sem ênfase para nenhum lado em particular e sem ter uma agenda. O estilo de Erich Maria Remarque tinha me algumas vezes sem fôlego, algumas vezes com um nó na boca do estômago enquanto eu suportava os muitos eventos de mudança de vida que aconteceram no livro. É este um livro repleto de ação sobre a Primeira Guerra Mundial? Será o mesmo lido como um thriller? Na minha opinião, embora há muitos capítulos com detalhes sórdidos sobre assassinatos e batalhas, a resposta é um brando 'talvez'. Eu acho que a verdadeira "estrela" deste livro é a sua visão filosófica da guerra e como os personagens principais, todos em torno de 19-20 anos de idade, aprendem a lidar com seus efeitos de vida duradoura.

Agora, eu tenho sido um grande fã de Ray Bradbury por um bom tempo, e quando ganhei o The October Country de presente de aniversário no mês passado, eu sabia que o tempo que eu ia passar lendo-o seria tempo bem investido da minha parte. Para aqueles de vocês que estão mais familiarizados com suas obras de ficção científica, este livro irá surpreendê-lo, uma vez que mostra um pouco de seu lado "dark". Todas as curta histórias incluídas nesta coleção lidam com mortes, aparições misteriosas, finais inexplicáveis ​​e, creio, com certeza irão te assustar um pouco.

Cryptonomicon foi por vezes lento, com alguns momentos engraçados e, especialmente perto do fim, um livro muito divertido. "Pesando" umas 1.000 páginas (dependendo da edição que você tem, mais/menos 50 páginas de diferênça), este livro abrange dois períodos distintos na vida de uma série de personagens diferentes: o passado (em torno da Segunda Guerra Mundial) e o presente atual, onde todos os segmentos diferentes acabam levando a história ao seu grande final. Alternando entre o passado e o presente, o livro nos leva para os primeiros dias de como a criptologia foi "oficialmente inventada" e utilizada durante a guerra, e como muitos dos eventos que aconteceram naquela época acabam afetando as vidas de alguns dos descendentes diretos dos personagens principais em nossos dias atuais. Enquanto você fica neste vai e vem entre os diferentes períodos, você começa a juntar pedaços de informações que, eventualmente, conectam todos os pontos de um quebra-cabeça interessante. O livro definitivamente requer um compromisso de longo prazo para completar a obra, mas no final vale a pena e, como eu mencionei antes, ele me fez rir em muitas partes.

Eu ainda não tenho um veredito para o Armada, talvez porque eu tinha altas expectativas para ele depois de ter lido o Ready Player One em dezembro passado. Você ainda vê uma tonelada de referências aos anos 80, mas o foco principal parece ser dedicado a videogames, antigos e novos, e como o personagem principal, Zach Lightman, descobre que todas as inúmeras horas que passou na frente de seu computador valeram a pena quando um bando de alienígenas um dia decide visitar a Terra com intenções não tão amigáveis. O livro parece muito com o Enders Game, que eu também não curti muito, para ser honesto. Eu simplesmente não consigo apreciar livros onde o personagem principal é uma pessoa muito jovem e imatura e que, de repente, mostram ter estas super habilidades que os colocam em posição de assumir o controle de exércitos inteiros! Agora, eu entendo que este é um trabalho de ficção científica, e que não é suposto corresponder à realidade, etc, etc, e eu tentei manter isso em mente durante todo o tempo em que eu li o livro. Mas as coisas aconteceram de uma forma muito rápida e sem ter mais informação (capítulos?) mostrando como um garoto que só joga videogames pode adquirir as habilidades e experiência necessárias para chegar onde ele chegou, a história fica muito ... artificial? De qualquer forma, mesmo com todas essas questões eu ainda consegui apreciar o livro, principalmente por causa das referências dos anos 80s. No final eu dei 3 (de um máximo de 5) estrelas.

Lendo

Ambos S e Fluent Python são livros que venho "dilapidando" por quase dois meses... a verdadeira razão pelo qual eles estão me levando tanto tempo para terminar é dupla:

  • S lê-se como um enorme jogo de tabuleiro/quebra-cabeça/mistério e realmente exige muito trabalho para ler. Para cada página de história, há dezenas de mensagens e notas rabiscadas nas margens, que, uma vez que você consegue ajuntar, devem orientá-lo para a solução de um mistério escondido por baixo de tudo. É uma leitura lenta, e desde que eu costumo ler para relaxar após um longo dia de trabalho, eu me pego fugindo um pouco dele.
  • Fluent Python é um excelente livro técnico. Eu uso Python no trabalho. Veja minha nota acima sobre a leitura para relaxar :)

Comprado

Eu me peguei com cerca de uns US$100 em crédito na minha conta na Amazon, que é sempre perigoso comigo ... e para "piorar" a situação, dois livros que prometiam ser bem interessantes foram publicados no dia 14 de julho: Go Set a Watchman e Armada. Até então eu estava indo muito bem, comprando apenas três livros usados ... mas depois, quando chegou o dia 14, BOOM! E já que comprei Armada eu não podia passar em branco e também comprei o Ready Player One (que eu li em dezembro do ano passado e gostei muito) ... e minha lista no GoodReads por acaso também estava aberta, e então eu aproveite e comprei The War of the End of the World, sem falar que fiz a pré-encomenda de um outro livro e uma revista!!! No entanto, e eu tenho orgulho de dizer isso, ainda consegui guardar uns US$17... que ainda é muito perigoso :)

E você? Que tipo de livros interessantes você leu no mês passado???


Comments

comments powered by Disqus