Fábio Nogueira: Ubuntu Brasil

Fábio Nogueira: Ubuntu Brasil

Atualização: Faltou o link do vídeo da entrevista! :)

Olá pessoal e sejam muito bem-vindos à mais um episódio! No começo deste ano eu tinha prometido fazer uma série especial sobre os primeiros membros do Ubuntu Brasil e como tudo começou (quem ainda não escutou o episódio com o Rodrigo Belém?), mas nem sempre é fácil conseguir arrumar um tempinho para bater um papo com estas pessoas. Felizmente, nesta última semana, consegui bater um papo com o Fábio Nogueira, um dos primeiros integrantes e membro das primeiras "safras" de pioneiros da comunidade Ubuntu Brasil!

Durante nosso bate-papo o Fábio conta como que sua participação nesta comunidade começou no finalzinho de 2005, ao pedir ajuda com certas configurações, e sobre sua subida meteórica que eventualmente o levou a se tornar membro do Conselho Ubuntu Brasil! Ele também conversa sobre os "tempos dourados" da comunidade, comparando com a situação atual e fazendo sugestões sobre como que a comunidade poderia ajudar hoje em dia. Também conversamos sobre o relacionamento Canonical, projetos open source e a comunidade no Brasil, sobre seu interesse pelo Elvis Presley, filmes de zumbi, e uma pequena homenagem ao André Gondim e Raphael Higino, duas pessoas que foram muito importante no mundo de software livre no Brasil que infelizmente já não estão mais conosco.

Episódio Especial: André Gondim - Ubuntu Brasil

Episódio Especial: André Gondim - Ubuntu Brasil

Olá pessoal! Foi com um enorme pezar que eu recebi a notícia sobre o falecimento de André Gondim, uma figura do software livre Brasileiro que, infelizmente, nos deixou na semana passada... O meu relacionamento com o André começou em 2005 quando eu ainda administrava a equipe de traduções do Ubuntu Brasil. Assim como o Fábio Nogueira e André Noel, pessoas que eventualmente também ocuparam o cardo de coordenador desta equipe, o André Gondim foi uma das pessoas com quem eu tive o prazer de trabalhar e instruir no processo de traduções. Durante o nosso dia-a-dia, vi o trabalho e dedicação que ele sempre trazia e pude acompanhar o seu desenvolvimento e crescimento dentro da equipe. Mesmo depois que eu parei de contribuir com o Ubuntu e parti para traduções para o GNOME, Xfce e LXDE, com a ajuda do André foi possível sincronizar o trabalho entre as equipes e assim garantir que o Ubuntu tivesse uma tradução de qualidade e ao mesmo tempo respeitar o trabalho dos tradutores das equipes GNOME, etc, etc.