Luciano Ramalho: Oficinas Turing

Luciano Ramalho: Oficinas Turing

Um dias destes eu estava procurando documentação sobre umas coisas da linguagem python quando me deparei com uma apresentação do Luciano Ramalho, o entrevistado deste episódio deste episódio. O que me chamou atenção não foi nem tanto a qualidade do material ou a didática do mesmo, mas sim o fato do autor ser brasileiro E por ter feito tudo em inglês. Claro que, se você vive no Brasil e trabalha ou convive com quem trabalha com python, o nome do Luciano não lhe deve ser estranho. Mas para mim, que moro há 21 anos no exterior, foi uma descoberta super maneira!

Quanto mais eu pesquisei sobre ele, mais animado eu ficava em conhecer "a pessoa por trás dos slides" das apresentações Python - Encapsulation with Descriptors e Iterators & generators: the Python Way. Mais gostoso ainda foi descobrir que estas apresentações são inéditas no público brasileiro e serão apresentadas na PyCon americana este ano! Durante nosso bate-papo, o Luciano me contou como que foi a criação da Associação Python Brasil, quais foram seus primeiros objetivos e como foi o seu primeiro mandato como presidente da mesma. Também discutimos sobre os vários frameworks que existem para quem quer ser programador web com python, alguns fatos interessantes sobre o Zope, Plone, Flask, e Web2Py, e quais delas ele recomenda para quem está iniciando no mundo de programação.

Caike Souza: Envy Labs

Caike Souza: Envy Labs

Nem parece que já passaram duas semanas desde o último episódio, mas mais uma vez tive o prazer de entrevistar uma pessoa prá lá de interessante e divertida: o Caike Souza! Foi durante a minha entrevista com o Henrique Bastos que eu fiquei sabendo sobre ele, mas foi somente esta semana que eu fui saber que ele trabalha na Envy Labs desde 2009 lá em Orlando, na Flórida. A companhia parece ser super bacana e está por trás de vários projetos bacanas, como o Rails for Zombies, Code School e TryRuby.org.

A primeira coisa que fica bem evidente sobre o Caike é que ele realmente curte muito o que faz, tem muito orgulho de onde trabalha, e é super humilde e divertido! Ele fala que programação é uma arte, e esta combinação de paixão pelo que faz e arte fica bem aparente nas coisas que ele faz! Durante nosso bate-papo conversamos sobre como que ele foi parar em Orlando na Envy Labs, quais companhias que usam a usam os serviços deles (e os motivos pelas quais terem escolhido isso), sua participação na conferência RailsConf 2012, sua banda de rock "Heroes Will Fall", a história por trás do projeto Small Acts Manifesto e até mesmo seu Top 5 de pessoas para seguir no Twitter!!!

Júlio Monteiro: JobScore

Júlio Monteiro: JobScore

Depois de ter falado um pouco com pessoas que usam Python ou Django no seu dia-a-dia, eu decidi entrevistar alguém que trabalha com o framework Ruby on Rails para este episódio! Dentre as pessoas que eu conheço (online e pessoalmente) o nome do Júlio Monteiro foi o primeiro que passou pela minha cabeça.

Eu e o Júlio nos conhecemos na época que participávamos da comunidade Ubuntu Brasil, mas desde então eu tinha perdido um pouco de contato com ele, até descobrir que ele estava trabalhando para a JobScore com Ruby on Rails. A JobScore que tem sua sede em San Francisco na Califórnia, fornece um serviço de gestão de currículos, trabalhos e candidatos para aquelas companhias que querem contratar alguém mas não querem lidar com o processo de publicar as ofertas de trabalho ou gerenciar todos os e-mails que sejam enviados.

Durante nosso bate-papo, o Júlio então conta a sua jornada até a JobScore, tudo começando com uma queda da escada de sua casa! Depois de aprender HTML com uma revista que sua mãe comprou, ele tomou o gosto pela programação para web, e desde então não parou mais. Conversamos sobre como ele administrava aulas de Ruby, por que usa Ruby on Rails, seu dia-a-dia na JobScore, sua experiência em San Francisco, como que as companhias por lá dão mais valor aos empregados, e o seu Top 5!

Henrique Bastos: Welcome to the Django

Henrique Bastos: Welcome to the Django

Há mais ou menos 1 anos e meio atrás eu tinha começado a aprender a programar com o framework Django e durante minhas pesquisas pela net encontrei o projeto do Henrique Bastos: Welcome to the Django. Não demorou muito para ver a qualidade e o potencial que este curso oferece, e desde então eu tenho acompanhado o trabalho que o Henrique tem feito! Nesta última quinta eu tive a oportunidade de bater um bate-papo com ele via Skype, e entrevistá-lo para este episódio!

Tanto o Welcome to the Django quanto a Dekode, companhia que evoluiu da mesma, mostram o entusiasmo e a competência que o Henrique tem pelo que faz. Ambos projetos nasceram da sua vontade de compartilhar seu conhecimento acumulado nas áreas de programação e gestão de projetos com software livre, e foi muito interessante escutar sobre como cada um nasceu e evoluiu.